PT EN ES
Biovet

Imprensa

Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2019 - 10:07

Como cuidar de um cachorro? Confira 9 cuidados necessários

2019, imprensa,
Como cuidar de um cachorro? Confira 9 cuidados necessários

Não é à toa que os cães são conhecidos como os melhores amigos do homem. Essa amizade já dura milhares de anos e esses animais mostraram que são leais, fiéis, companheiros e muito divertidos. No entanto, saber como cuidar de um cachorro é essencial para retribuir todo o carinho que nos é dado por esses bichinhos, não é mesmo?

Todo pet lover deve estar por dentro de algumas informações cruciais para manter seu cãozinho sempre saudável e completamente feliz, garantindo a sua saúde, higiene e segurança, fazendo com que a qualidade de vida do cão seja bastante alta.

Não sabe quais são esses cuidados? Não tem problema! A seguir, conversaremos sobre os principais, para que você possa colocar em prática e garantir muita alegria e saúde para o seu amigão. Vamos lá?

1. Deixe o ambiente sempre limpo e adequado

Um dos primeiros cuidados com os cães de estimação começa na limpeza e manutenção do ambiente. Para evitar que ele adoeça ou se sinta pouco confortável, é fundamental que o espaço dedicado ao pet esteja sempre bem limpo e adequado para que ele viva bem.

Por isso, intercale alas de sol (essencial para a produção de vitamina D) com as de sombra, forneça superfícies confortáveis para que ele possa dormir e capriche no enriquecimento ambiental, com brinquedos e itens para que ele possa se distrair enquanto está só e evitar o estresse.

2. Faça passeios regulares

Assim como nós, os cães estão suscetíveis a sofrer com a obesidade, uma doença muito séria que afeta todo o organismo e os mais diversos sistemas. Algumas raças, como o labrador ou o dachshund, estão mais propensas a ganhar peso e, por isso, precisam de uma atenção extra.

No entanto, todos os animais precisam passear, seja para manter o peso em níveis saudáveis ou para gastar toda a energia. Evitando que objetos de sua casa sejam destruídos para combater a depressão e ansiedade, enfermidades que infelizmente também acometem os animais de estimação.

3. Não esqueça de fazer a vacinação

Ainda falando sobre doenças, é crucial que o pet lover leve seu cãozinho para que todas as vacinas sejam aplicadas anualmente. Isso previne enfermidades sérias que podem inclusive levar o animal à morte, como a cinomose.

Em filhotes, são dadas até 3 doses, com o espaçamento determinado pelo médico veterinário. Em seguida, são realizadas doses de reforço anuais, para garantir que a eficácia da aplicação não se perca e que seu animalzinho esteja sempre protegido.

4. Cuide da vermifugação com uma atenção extra

A vermifugação é, infelizmente, muitas vezes neglicenciada pelos tutores. O que poucos sabem, no entanto, é que ela é tão importante quanto a vacinação para a prevenção de doenças e que não realizá-la também pode trazer riscos para a saúde dos cães e gatos.

Uma boa vermifugação é aquela feita em três etapas, garantindo uma cobertura completa durante o ano inteiro. Nesse modelo, as doses incluem: dose de verão (janeiro a abril), de inverno (maio a agosto) e de primavera (setembro a dezembro).

5. Ajude-o a manter a higiene

Apesar de adorarem brincadeiras que envolvem uma certa dose de sujeira, os cães gostam de se sentir limpos. Além disso, isso é importante para que eles fiquem saudáveis, já que o contato prolongado com certas substâncias pode causar alguns problemas de pele.

Por isso, dê banhos (a frequência deve ser estipulada por um veterinário), escove-o diariamente (ou, pelo menos, a cada dois dias) e faça a escovação bucal para prevenir o surgimento de tártaro e periodontite.

6. Forneça uma alimentação de qualidade

É a partir da alimentação que todos os nutrientes chegarão ao organismo de seu pet. Por isso, fornecer uma ração de qualidade é fundamental. Fique atento aos ingredientes utilizados para prepará-la, observe se há a presença de corantes na fórmula e prefira marcas que são conceituadas no mercado.

Além disso, é fundamental que o pet lover evite dar seus restos de comida pra o cãozinho, o que pode desestabilizar o seu organismo, causando vômitos e diarreias. Outra dica importante é sempre deixar água à disposição do animal, para que ele possa se hidratar ao longo do dia, evitando problemas renais, entre outros.

7. Incentive a execução de brincadeiras

Não importa a idade de seu pet: ele será um eterno bebê aos seus olhos. Curiosamente, o comportamento dos cães muda pouco com o passar do tempo. Embora eles se tornem mais sábios e serenos, raramente você encontrará um cachorro que diz não para uma boa brincadeira.

Incentivar essas brincadeiras, sejam elas físicas ou mentais (excelentes para prevenir a demência e outras doenças da velhice), é fundamental para deixá-lo sempre feliz e realizado.

8. Leve o cãozinho a consultas periódicas com um veterinário

Uma das dicas mais importantes diz respeito às consultas regulares com o veterinário. Ter um profissional de confiança para contar é muito importante para todo pet lover que quer saber como cuidar de um cachorro. Eles serão os guias em todo esse processo e auxiliarão com todas as suas dúvidas.

Além disso, realizar check-ups preventivos é a melhor maneira de diagnosticar problemas no início e potencializar as chances de melhora de seu amigão. Assim, você garante muitos bons anos ao seu lado!

9. Dê todo o carinho necessário

Por fim, a nossa dica é: dê amor ao seu cãozinho. Infelizmente, muitos animais de estimação são renegados e abandonados. Assim como nós, eles sentem a dor do abandono e têm sentimentos muito fortes por sua família.

Sabemos que a rotina é um tanto quanto corrida e que muitas vezes é difícil encontrar um tempo para relaxar e passar um tempo com o animalzinho. No entanto, isso é benéfico não só para eles, mas para os humanos que ficam ao seu lado e são contagiados com a boa energia que esses seres nos passam.

Entendeu melhor como cuidar de um cachorro? O importante é sempre estar atento e fornecer todo o auxílio necessário para que o pet esteja sempre contente e cheio de saúde, além de muito seguro e confortável. Respeitar as individualidades desse animalzinho e conhecê-lo bem, também, é fundamental para evitar problemas.

Gostou deste artigo? Então, entre em contato com a gente em caso de dúvidas e conheça a nossa ferramenta Lembrar-me SMS para não esquecer jamais da época de vermifugar o seu cãozinho!

Blog Linha Vermivet
Deixe seu Recado